Penso...logo escrevo!


O projeto desenvolvido pelos professores de Língua Portuguesa, Christiane Davidson, e de Filosofia, Gabriel Fujarra, com os alunos dos 6º anos tem como objetivo exercitar a reflexão, a discussão de ideias, o pensar filosófico, a argumentação e a produção textual de uma maneira leve e divertida! Os professores elegeram um tema de interesse do grupo, os alunos escolheram entre livros, filmes, séries e animações, previamente selecionados pelos professores, e fizeram, então, a relação entre o pensamento socrático e o objeto cultural escolhido. Usando a argumentação como ferramenta, o projeto tem revelado preciosidades...



Gustavo – 6º Ano A


FILME: “Lion: Uma Jornada Para Casa”

“Lion: Uma Jornada Para Casa” é um filme realmente comovente, que se relaciona com as ideias do filósofo Sócrates (469 a.C.-399 a.C.).

O filme conta a história real de Saroo, um menino indiano que se perde de seu irmão Guddu e de sua família quando tinha 5 anos de idade. O menino entra em um vagão de trem que desembarca num lugar a 1600 km de sua casa, não sabendo se orientar, nem se comunicar. Saroo, ainda criança, passa por situações indesejadas, como quase ser vendido, passar fome, frio, medo, em busca de retornar para casa. Ele acaba sendo levado para um orfanato, com muitas outras crianças na mesma situação. Com muita sorte, ele consegue ser adotado por um casal de australianos, que lhe dão muito amor e carinho. O casal também acaba adotando outro menino indiano.

A segunda parte do filme mostra a vida de Saroo adulto. Podemos dizer que essa parte se resume na frase de Sócrates: “Somente no questionamento podemos encontrar a verdade das coisas”, pois Saroo busca respostas sobre sua família, como por exemplo, se seu irmão está vivo, sua mãe, entre outros.

Com muita determinação, Saroo consegue encontrar o lugar onde ele viveu antes de se perder; assim, viaja até lá e reencontra sua família, é emocionante! Após 20 anos perdido, ele consegue respostas para seus questionamentos, porém ele descobre que perdeu se irmão Guddu, o que lhe deixou triste, mas não o fez perder a emoção de rever sua mãe e sua irmã.

Isabella Letícia – 6º Ano B


Livro Malala e sua relação com a filosofia

A história de Malala é realmente comovente, e, quando pensamos em tudo o que ela enfrentou na vida, já nos emocionamos. Malala queria muito ser médica, amava ir à escola e estudar. É um livro muito bom para ler junto com toda a família, pois relata fatos sobre a vida da família de Malala. A história é contada por uma jornalista que visita o Paquistão para descobrir mais sobre o que aconteceu com a menina, relatando vários acontecimentos que despertam muitas curiosidades ao longo do texto.